publicidade

pesquise aqui sua simpatia

----------------------------------------------
Custom Search
--------------------------------------------

publicidade

----------------------------------------- ----------------------------------------------- -----------------------------------------------------------------------------------------

quarta-feira

O Livro de Daemon (O livro do vampirismo)

O Livro de Daemon (O livro do vampirismo)

“Vampirismo é a tomada de força vital do humano em benefício do
Vampiro. Em sua essência, Vampirismo é somente uma forma mais
refinada de alimentação. O Vampiro absorve a força vital humana. O
humano absorve isto de outros animais e plantas. As plantas pegam isto
do sol. Também, o sol não é a fonte final, mas um canal de outras fontes
além do âmbito deste livro.”

O vampirismo psíquico (prânico ou astral, se preferir) é de fato um dos
assuntos mais citados em obras sobre o ocultismo, e também é um
fenômeno bastante comum. Mas por que fazer um livro sobre tal assunto
se já existe a “Bíblia Vampírica”, o “Manual Prático de Vampirismo” e
tantos outros? O Kinesismo não apóia tolices como Deuses Ancestrais,
rituais de comunhão ou de magia, o vampirismo psíquico é exatamente a
tomada de energia vital de um organismo vivo. Mas cientificamente, o que
seria energia vital? Como já foi citado no livro de Kinesis, a energia que
fica armazenada dentro dos átomos é a energia química, e é exatamente a
energia química que chamamos de energia vital, o vampirismo psíquico é
a tomada de energia química de um indivíduo através de um processo
parecido com telecinese, claro que a tomada de energia vital não poderia
ser chamada simplesmente de energia química, mas é o modo mais
racionalmente explicável. Mas ao contrário da telecinese, o vampirismo
psíquico não irá liberar sua energia química ou potencial em energia
cinética para fazer um movimento externo, ele irá puxar a energia química
ou potencial da sua vítima na forma de energia cinética, e armazenar
novamente como energia química eu seu corpo, portanto seria
praticamente uma telecinese ao contrário. Muitos acreditam que para
praticar o vampirismo psíquico você precisa nascer assim ou fazer um
ritual, mas qualquer pessoa pode praticar a grande arte do vampirismo
psíquico, mas de fato, alguns nascem psyvamps e fazem essa drenagem de
energia inconscientemente. O fato, é que realmente há o vampiro
psíquico e o vampirismo psíquico, o verdadeiro psyvamp (de nascença)
tem alguns talentos para a atividade paranormal, que serão citadas mais
tarde, mas não é necessário ser um verdadeiro psyvamp para praticar sua
arte, já que é uma capacidade natural. Então resumindo, psyvamp é a
pessoa que tem o dom de drenar e absorver energia, existem dois tipos de
psyvamps, os que têm o dom da drenagem e doação inconsciente e
natural de energia, e os que aprendem a drenar e doar energia, a
habilidade do vampirismo psíquico pode ser inconsciente ou consciente,
definindo os dois tipos de psyvamps, os conscientes e os inconscientes,
embora não haja dúvidas de que um vampiro inconsciente possa controlar
seu dom com mais facilidade que um inconsciente caso saiba das suas
habilidades e treine-as.
Como vermes rastejantes odiados e escurraçados por todos, o praticante
do vampirismo prânico é um ladrão de energia, saúde e tempo, então sua
presença acaba sendo desagradável, são citados na “Bíblia Satânica” como
lixos que se escondem na sombra do sucesso de outro, tomando tempo e
os deixando culpados, isso não é verdade, não para os verdadeiros
vampiros psíquicos. O livro de Daemon é certamente o mais perigoso, o
vampirismo psíquico pode ser considerado uma arte negra, pois pode se
bastante prejudicial, afinal, você estará roubando a energia de outra
pessoa, alguns psyvamps são tão poderosos que podem drenar energia
até a vítima se sentir exausta e perceber que algo está errado. Algo que
não foi comprovado, mas que sem dúvidas é real, o bom vampirismo
psíquico não drena apenas meras massas de energia, afinal, não servirá
apenas como uma dose de estímulo naquele dia cansativo, ele poderá te
dar coisas maiores, disposição, paciência, mas como? Se você comer
veneno, morrerá envenenado, não é verdade? Saiba escolher suas vítimas,
drene as pessoas que tiverem mais atributos para serem roubados, se for
para ser um verme ladrão rastejante, que o fruto de seu roubo seja útil,
afinal, vampiros psíquicos são inconscientemente e parcialmente
chutados da vida social, tem a companhia indesejada e a presença odiada
(quando drenando), afinal, mesmo que as pessoas não saibam que estão
sendo drenadas, elas se sentirão desconfortáveis perto do vampiro, então
esse preço não pode ser por nada.
Sempre há pessoas que pensam que vampiros psíquicos são como os
lendários e fictícios vampiros dos livros e filmes, já testemunhei pérolas
como uma garota que achava que psyvamps eram um tipo de “super herói”
que se esconde nas sombras. O psyvamp não é um vampiro, é apenas um
homem com aptidão para algumas práticas, principalmente o vampirismo
psíquico. O nome vampiro não representa um chupador de sangue imortal,
mas sim é um chupador, ladrão, parasita, um vampiro psíquico é um
vampiro de energia, ele se alimenta como um parasita de energia alheia,
embora a definição de parasita não soe muito bem aos ouvidos, é
exatamente isso, e não é necessariamente algo ruim.
Certamente deve estar se perguntando: “Tá, mas como utilizar o
vampirismo psíquico?”. Fazer de qualquer jeito é fácil, mas será mais
efetivo se souber detalhadamente o funcionamento do vampirismo
psíquico, e para isso deveremos saber melhor sobre um assunto bastante
discutido:
Aura:
A aura, segundo várias religiões e tradições esotéricas, é um elemento
etéreo, imaterial, que emana e envolve seres ou objeto. Não foi ainda
explicada pela ciência, muitos dizem que a cor da aura define a
personalidade de uma pessoa, abaixo vai uma lista de atribuições a cada
cor de aura tirada da Internet, o que não tem muito segredo para ser
explicado, então não precisa ser corrigido:
“Aura verde: Autoconfiança, capacidade de resolver problemas e de
perdoar e de amar a paz; sensibilidade. É organizador, planejador e
estrategista. A predominância da cor verde na aura das pessoas indica
saúde e vigor. Esse tom costuma aparecer com grande intensidade na
região da cabeça, pois está associado á atividade mental. Nos animais, a
aura verde indica mansidão. Nas plantas, demonstra a emissão de fortes
ondas de energia positiva, sendo muito comum nos vegetais dotados de
propriedades curativas. Os objetos de aura verde são de uma autêntica
fonte de positividade. Costumam apresentar esse tom depois de terem
sido tocados por pessoas que estão de bem com a vida.
Aura amarela: Capacidade de dar e receber; ter esperanças; a saúde e a
família desempenham um papel importante. Tem o dom de trabalhar em
grupo harmoniosamente. O amarelo é uma das cores cinestésicas do
espectro; isso significa que uma pessoa com aura desta cor tem uma
reação física antes de ter uma resposta emocional ou intelectual. Quando
ele entra numa sala cheia de gente, sabe de imediato se quer permanecer
ou não. A predominância da cor amarela na aura das pessoas indica
inteligência, facilidade para se comunicar e para aprender e supremacia
da razão sobre a emoção. Nos animais, pode ser sinal de doença,
debilidade física ou tristeza. Nas plantas significa falta de vitalidade,
especialmente se a tonalidade do amarelo for muito fraca. Já os objetos
de aura amarela costumam ser dotados de pouca energia ou emitir
vibrações ruins.
Aura azul:Capacidade de cura através das próprias energias mentais e
espirituais; age sobre os outros de modo agradável e calmante; altos
ideais de vida; sinceridade. O Azul personifica as características do cuidado
e do carinho. É a cor da aura que mais se preocupa em ajudar os outros.
Predominância da cor azul na aura das pessoas indica paz interior,
harmonia, saúde equilibrada. Bem estar, descanso e autoconfiança.
Geralmente se manifesta com maior intensidade após um ato sexual
satisfatório e durante o sono. Nos animais, a aura azul é sinal de felicidade
e de satisfação com o tratamento que vêm recebendo do dono. Nas
plantas, indica propriedades tranqüilizantes e analgésicas. Nos objetos,
pode ser interpretadas como uma emanação de fluidos positivos.
Aura laranja: Sua busca espiritual é, na verdade, uma busca de um sentido
de vida além de si mesmo. A predominância da cor laranja na aura das
pessoas indica capacidade de realização, sensualidade, boa saúde,
versatilidade e dinamismo. Nos animais é sinal de manifestação dos
instintos (fome, sede, desejo sexual). Nas plantas, indica a produção de
sementes ou o nascer das flores. Nos objetos, expressa um grande
potencial energético (é comum na aura de sinos e de objetos religiosos em
geral).
Aura dourada: Adora saber como e por que uma determinada coisa
funciona, e lança mão de uma paciência infinita. A espiritualidade, para a
pessoa de aura dourada, é o estudo da ordem superior do universo e de
leis e princípios que o governam. Ele quer entender a organização mental,
as leis ou as probabilidades que geraram a ordem no interior do caos
espiritual. A predominância da cor dourada na aura das pessoas indica
espiritualidade elevada e prosperidade. Ela surge com mais intensidade na
região do tórax, pois está associada ao amor, qualidade inerente ao centro
energético do coração. Nos animais, o dourado expressa felicidade. Nas
plantas, simboliza suavidade e fluidos positivos. Nos objetos, mostra que
foram tocados por uma pessoa bem intencionada.
Aura Vermelha: Ênfase no modo de vida material; sucesso alcançado
através da dedicação pessoal completa; saúde física estável; tendência à
irritabilidade quando contrariada. A predominância da cor vermelha na
aura das pessoas indica vitalidade, excitação coragem e forte energia
sexual. Porém se estiver muito concentrada num determinado ponto,
pode ser sinal de um distúrbio. Nos animais, exprime instinto e vigor, ao
passo que nas plantas está associado ao crescimento. Nos objetos, indica
que eles foram tocados por alguém que estava entusiasmado ou ansioso e
que os deixou impregnado dessa energia.
Aura violeta: Espiritualidade bem desenvolvida; inspirações criativas;
capacidade de transformar os sofrimentos pessoais em fatores positivos
para o próprio destino. O violeta é a cor do espectro mais próxima do
equilíbrio psíquico, emocional e espiritual em vigor no planeta neste
momento. A predominância dessa cor na aura das pessoas é expressão de
poderes mediúnicos, capacidade de compreensão, saúde e mentes
equilibradas.Quando surge nos animais, a aura violeta significa satisfação
e fidelidade. Nas plantas, é sinal de uma força positiva tanto que as
violetas e as flores de lótus que simbolizam a espiritualidade, costumam
ter a aura dessa cor. Nos objetos, indica uma forte concentração
energética, e, geralmente se manifesta depois que o objeto foi tocado por
uma pessoa espiritualmente evoluída.
Aura prateada: Um curandeiro, médium natural. Utiliza energia para
transformar luz em raios que curam, seu maior desafio é aprender a se
conhecer e descobrir seus dons especiais.
Aura Anil Índigo: A aguda perspicácia intelectual é um dos aspectos mais
gratificantes e mais exasperantes, é brilhante e inquiridor, com uma
inteligência que vai muito além dos conceitos mais tradicionais.
Aura cristal: A predominância dessa cor (uma espécie de névoa brilhante e
branca) na aura das pessoas indica dons telepáticos, poder de cura, para
normalidade, pureza e bondade. Costuma se manifestar com maior força
nas mãos de massagistas e outras pessoas que lidam com cura. Nos
animais é sinal de capacidade de adaptação. Nas plantas, a aura cristal
tanto pode significar positividade quanto falta de vigor e vulnerabilidade.
E, nos objetos, a aura cristal, expressa o poder de receber e emanar
energias.”

Uma pessoa tem 5 centros que armazenam diferentes tipos de energia, e
eles são:
Centro Intelectual, Centro Motor, Centro Sexual, Centro Instintivo e centro
emocional. Quando nos cansamos ao ler muito ou coisa do tipo,
desgastamos a energia do nosso centro intelectual. Como esse centro
estará carente de energia, ele ira roubar energia de outro centro para
robustecer-se. Esse outro centro, geralmente é o centro sexual, o que
guarda a energia mais ativa do ser. Esse "roubo" de energias entre um
centro e outro é bastante comum no nosso dia-a-dia e seria um
vampirismo inter-centros que ocorre no nosso interior com determinada
frequência. Se uma pessoa se desgasta tanto, o suficiente para não ter
nem energia de outros centros para "roubar", esta, inconscientemente
poderá drenar energia de outra pessoa ou outro ser.O vampirismo segue a
leis da física, a energia presente em um corpo mais quente irá passar para
outro corpo mais frio através de calor, o mesmo acontece com a energia
transferida através do vampirismo psíquico, o vampirismo psíquico
inconsciente ocorrerá se a pessoa tiver carente de energia ou em um
ambiente com muita energia alheia, mas isso não é uma regra, apenas um
fator que auxilia no fenômeno. Também é possível drenar energia mesmo
quando se tem exceto dela ou muito mais do que a vítima, não existe uma
lei da física que diga que o calor não passe de um corpo mais frio pro mais
quente, só que não passará naturalmente, e o mesmo ocorre com a
energia vampirizada, o vampirismo psíquico consciente não poderia ser
exatamente chamado de natural, embora não seja nada sobrenatural ou
muito incomum, será algo que a pessoa irá forçar com toda a sua
capacidade, se a pessoa desejar absorver energia de uma pessoa, ela o
fará, independente das proporções, mas será bem mais difícil atacar uma
pessoa com carência de energia do que uma que “está vendendo energia”.

Existe uma correlação entre o estado geral de corpo-mente-alma de uma
pessoa e seu corpo vibratório. Danos à alma, tensão e fraquezas físicas
tornam-se perceptíveis, antes mesmo de se manifestarem em você, tais
como depressões, fadigas e doenças. Quem passa por uma perda de um
parente querido, por exemplo, terá chances de se recuperar mais
rapidamente se seu campo energético estiver equilibrado. A aura é um
tipo de campo magnético que há em volta do homem, é certamente uma
das coisas mais difíceis de realmente compreender, seria como um tipo de
energia extra que nós carregamos em volta do corpo, um tipo de camada
de proteção em volta do corpo, feita de energia, ela ajuda no equilíbrio
mental e como um tipo de proteção, mas ela deve ser alimentada. Dizem
que a aura depende da quantidade de pensamentos bons e pensamentos
ruins, mas como um campo magnético, não pode funcionar simplesmente
assim, o correto é que a aura será fortalecida de acordo com seu equilíbrio
mental e auto-controle, além da quantidade de energia, como uma parte
de energia, quanto mais energia você tiver, melhor para sua aura, e ela
será prejudicada se você estiver nervoso, constrangido, desequilibrado,
pois isso afeta o cérebro, que irá afetar o seu campo magnético. O
contrário acontece se você estiver calmo, feliz, equilibrado, o cérebro irá
influenciar positivamente a sua aura, as emoções e as ondas cerebrais
afetam o seu corpo, então você deve controlá-los, quando mais forte a
aura, melhor será seu controle de energia e maior será sua defesa psíquica,
é mais difícil fazer um ataque psíquico (qualquer tipo de influência
negativa causada de uma mente pra outra), vampirizar psiquicamente ou
tentar influenciar mentalmente uma pessoa com uma aura forte, ela é
como nosso escudo mental, e ela é usada.
Controle de Aura
A aura é uma camada de energia que envolve nossos corpos e influência e
é influenciada de acordo com nossas emoções e estados mentais, nós
podemos utilizar a aura para muitas coisas, mas é muito difícil se não tiver
a capacidade de ver a própria. A capacidade de ver auras é um dom com
que algumas poucas pessoas nascem, elas têm a capacidade de ver a aura
das outras pessoa naturalmente, elas podem ver a cor, a forma e o brilho
delas à olho nu, psyvamps geralmente têm essa capacidade, mas ela
também pode ser desenvolvida com treino, muito treino. E isso nos leva a
outro assunto que será necessário para que possa haver o controle da
aura:
Chakras são pontos do corpo em que a circulação de energia é mais
intensa, Os chakras são os pontos aonde essas rotas energéticas estão
mais próximos da superfície do corpo, esses pontos podem ser exercitados
para ajudar em práticas como a telecinese, o vampirismo e muitos outros,
eles auxiliam a treinar a clarividência e podem ser usados para
desenvolver a habilidade de se ver a aura.
O primeiro chacra (conhecido como Chacra Base ou Raiz), situado na base
da espinha dorsal, relaciona-se com o poder criador da energia sexual.
Quando esse chacra está enfraquecido indica distúrbios da sexualidade ou
disfunções endócrinas. Quando excessivamente energizado, causa excesso
de hormônios, sexualidade exacerbada ou até mesmo a presença de um
tumor no local
O segundo chacra, localizado abaixo do umbigo, é responsável pela
energização geral do organismo, e por ele penetram as energias cósmicas
mais sutis, que a seguir são distribuídas pelo corpo. Quando esse chacra é
estimulado, propicia uma boa captação energética.
O terceiro chacra localiza-se na região do umbigo ou do plexo solar, e está
relacionado com as emoções. Quando muito energizado, indica que a
pessoa é voltada para as emoções e prazeres imediatos. Quando fraco
sugere carência energética, baixo magnetismo, suscetibilidade emocional
e a possibilidade de doenças crônicas.
O quarto chacra situa-se na direção do coração. Relaciona-se
principalmente com o timo e o coração. Sua energia corresponde ao amor
e à devoção, como formas sutis e elevadas de emoção. Quando ativado
desenvolve todo o potencial para o amor altruísta. Quando enfraquecido
indica a necessidade de se libertar do egoísmo e de cultivar maior
dedicação ao próximo. No aspecto físico, também pode indicar doenças
cardíacas.
O quinto chacra fica na frente da garganta e está ligado à tireóide.
Relaciona-se com a capacidade de percepção mais sutil, com o
entendimento e com a voz. Quando desenvolvido, de forma geral, indica
força de caráter, grande capacidade mental e discernimento. Em caso
contrário, pode indicar doenças tireoidianas e fraquezas de diversas
funções físicas, psíquicas ou mentais.
O sexto chacra situa-se no ponto entre as sobrancelhas. Conhecido como
"terceiro olho" na tradição hinduísta, está ligado à capacidade intuitiva e à
percepção sutil. Quando bem desenvolvido, pode indicar um sensitivo de
alto grau. Enfraquecido aponta para um certo primitivismo psico-mental
ou, no aspecto físico, para tumoração craniana. É esse o chakra que
precisaremos desenvolver para termos a capacidade de ver a aura
humana, o que será ensinado em breve.
O sétimo é o mais importante dos chacras, situa-se no alto da cabeça e
relaciona-se com o padrão energético global da pessoa, a tradição de
coroar os reis fundamenta-se no princípio da estimulação deste chacra, de
modo a dinamizar a capacidade espiritual e a consciência superior do ser
humano.
O terceiro olho é o chakra mais importante para o praticante do ocultismo
de Kinetia, quando é bem energizado, ele intensifica as capacidades
extrasensoriais da pessoa, coisas como telecinese, vampirismo psíquico e
projeção astral, fica localizado entre as sobrancelhas, e é realmente como
se fosse um terceiro olho. Para desenvolvê-lo, faça uma psyball sobre o
seu chakra do terceiro olho, imagine um olho redondo na sua testa, feito
de energia girando, faça a energia girar no sentido anti horário, e vá
fazendo esse movimento de energia até sentir que há um olho na sua
testa. Um bom modo de auxiliar a exercitar o terceiro olho é utilizando
uma caneta para desenhar um olho ou um círculo no local onde fica o
sexto chakra, o melhor modo se fazer é com uma faca ou algum objeto
cortante, fazendo um pequeno corte no formato do desenho desejado,
mas não é necessário, o importante é que você possa sentir ou ver o seu
terceiro olho, se for pra desenhar, use canetas grossas, canetinhas, tinta
ou qualquer outra coisa que deixe um desenho grosso e forte na sua testa,
que dê pra ser sentido, e caso você faça um desenho ou uma ferida na
testa, também poderá se olhar no espelho para facilitar na visualização da
energia sendo girada junto com o desenho, percorrendo o desenho, nunca
se esqueça que a energia deverá percorrer o desenho no sentido anti-horário. Com a prática, você sentirá a energia com maior facilidade, com
maior intensidade e maior velocidade, quanto mais rápida for a rotação de
energia e quanto mais intensa for a energia sentida, mais desenvolvido
será o terceiro olho, quando mais evoluído for o sexto chakra, a
manipulação da energia nele será mais fácil, mais rápida e mais efetiva,
quando estiver bastante avançado, poderá visualizar a energia no terceiro
olho, e tudo isso auxilia em todas as atividades extrasensoriais. Mas a
principal vantagem do terceiro olho é que ela permite a visão de
fenômenos imperceptíveis com um olho normal, por isso tem esse nome,
dependendo do nível, você será capacidade (ou maior facilidade) de
enxergar energia em movimento (na telecinese, por exemplo), projeções
astrais e auras. Então, à medida que você desenvolver seu terceiro olho,
também desenvolverá sua capacidade de enxergar além do que olhos
normais podem ver.
Desenvolver o terceiro olho irá facilitar o trabalho, mas caso apenas ele
não seja o bastante, geralmente você também deverá usar a técnica
básica para a visão da aura, o terceiro olho realmente vai ajudar muito,
mas você tem que garantir que está olhando para o local fixamente,
basicamente, para ver aura ou energia, você deverá escolher um ponto e
olhar para ele sem piscar, concentre-se naquele ponto, obviamente o
ponto onde você quer ver a energia, concentre a energia do seu corpo em
seus olhos, concentre-se no ponto e nos seus olhos, após um certo tempo
você conseguirá ver a energia no ar e a aura nas pessoas, você verá
partículas pequeníssimas ou coloridas ao redor das coisas, na verdade, é
estupidez tentar explicar com palavras como é a visão da energia, se você
conseguir vê-la, saberá que está vendo. Claro que algumas pessoas
conseguem ver a energia sem essa prática, outras sem desenvolver o
terceiro olho, mas isso depende da pessoa, nenhuma pessoa é igual, então
faça como for melhor pra você.

Uma vez que possamos usar telecinese com nossa energia normal,
também podemos liberar partes de nossa aura, é assim que nós iremos
derrotas os psyvamps. Quando perceber que está sendo vampirizado,
você deve liberar uma grande parte da sua aura, você deverá fazer uma
espécie de casulo energético psíquico, esse casulo feito de aura deverá
cobrir o corpo do vampiro, envolvendo o infeliz para sempre. Uma vez
dentro da bolha, o psyvamp nunca mais poderá praticar o vampirismo
psíquico. Mas essa técnica não é tão simples, na verdade, é complicada e
avançada. Para funcionar a pessoa tem que ter um forte controle de aura
O vampirismo psíquico ocorre em dois modos, contra seres vivos e contra
seres inanimados. Ele funciona basicamente destes modos contra pessoas:
Olhar (ou mau-olhado): O psyvamp simplesmente olha para a vitima e
drena sua energia. O vampiro irá olhar para sua vítima e imaginar a
energia dele sendo puxada para ele, como um raio de luz entrando por
uma janela, ele imaginará a energia entrando em seu corpo através dessa
corrente, irá imaginar o próprio corpo (ou parte dele) “chupando”,
puxando a energia da vítima. O principal para o sucesso do vampirismo
psíquico é sentir que a energia está entrando, a pessoa precisa drenar a
energia imaginando isso, mentalizando a energia sendo puxada, se
concentrando na energia vindo, através de uma corrente de energia ou
qualquer outro tipo, o importante é sentir a energia entrando, se a pessoa
imaginar a energia vinda da vítima entrando em seu corpo, poderá fazer
qualquer um dos outros tipos de método de vampirismo psíquico. Você
pode usar esse e todos os outros métodos contra pessoas ou contra
objetos, pode-se drenar até mesmo a energia do ambiente, o fato é que a
única diferença entre drenar uma pessoa e uma pedra, é que a pessoa
tem aura e um sistema mais complexo, então será mais difícil de ser
atacada, já a pedra pode ser drenada facilmente sem qualquer dificuldade,
pois tem energia, mas não tem aura, mente ou qualquer coisa assim. Você
precisa penetrar na aura de sua vítima, um bom modo de se fazer isso é
imaginar um grande canudo entrando no corpo da pessoa e saindo no seu,
um grande canudo de energia que vai trazendo tudo que você quer roubar
dela, será como se você estivesse tomando a energia da vítima de
canudinho, o que pode soar bem engraçado, mas é um bom método, para
penetrar na aura da pessoa você terá que se esforçar mais e puxar a
energia com mais intensidade, e ela irá pra você, passará pela sua própria
aura e irá pro seu corpo. Também
Contato: O melhor modo, através do contato você pode drenar a vítima
sem a etapa de penetrar na aura, pois você já terá a atravessado com o
contato físico, essa técnica não necessita de visualização, apenas imagine
a parte que toca na pessoa ou objeto sugando a energia, a energia é
drenada facilmente quando se usa o contato.
Telefone: A voz da pessoa será transmitida para você através da grande
rede de telecomunicações, e o som vem junto com energia, é como um
mega vampirismo que transporta energia em alta velocidade através de
longíquas distâncias.
Fotos: O psyvamp se concentra na foto da vitima e a coloca em seu foco
imaginativo e a drena normalmente. Funciona através da ligação entre a
foto e a pessoa, explicando informaticamente, dá pra se dizer que uma
foto da pessoa é um ícone de atalho para ela, um modo mais fácil de se
alcançá-la, através dessa ligação, é possível drenar energia da pessoa à
distância, mas não é tão efetivo como quando se está cara à cara, isso
funciona com fotos e semelhantes.
Sexo: Ainda melhor que o contato, você não penetrar apenas na aura da
pessoa, você terá penetrado no corpo da pessoa (ou vice-versa), o que
permite uma drenagem extremamente fácil e intensa.
Objetos pessoais da vitima (pedaços de papel com quaisquer coisas
escritas com a grafia da vitima, fio de cabelo, etc): O psyvamp apenas se
concentra buscando as vibrações energéticas da vitima e a drena,
funciona como na foto, há uma ligação entre o objeto e o dono, mas você
sempre deve ter a pessoa em mente, senão não funciona.
Mentalização: Apenas pense na pessoa, essa técnica só funciona bem
quando você está de olhos fechados, imagine um portal por onde a
energia irá vir, como um modo de se trazer a energia instantaneamente
através do plano astral, é o melhor método para se suar quando se está
sozinho no escuro, antes de dormir, por exemplo, mas é o método que
exige maior concentração e traz menos energia. Use-o sempre que puder,
é o favorito do autor de Kinetia, pode ser poderoso, pois não exige
nenhuma condição como toque ou proximidade, mas quanto mais
distante a vítima mentalizada, mais difícil será a vampirização.
O vampirismo psíquico é a prática mais fácil entre as ensinadas na Kinetia,
mas só se tornará efetiva após bastante treino. Para vampirizar alguém,
basta escolher um dos métodos acima e sentir a energia entrando, um
bom modo de se treinar é através do contato: Coloque a mão na mesa
onde você certamente deve estar lendo este “manual”, puxe a energia
para você através da mão, pela palma, que é um dos melhores locais para
se drenar energia, tente imaginar sua mão e dedos puxando a energia com
intensidade e velocidade, imagine a energia entrando, imagine que seus
poros são pequenas ventosas chupando a energia da mesa. Você
certamente sentirá a energia entrando primeiro nos dedos, certamente
você sentirá a energia entrando primeiro em seus dedos, sentindo mesmo
sem qualquer dúvida que é real, isso ocorre porque a energia dos dedos é
baixa, e de acordo com a lei das trocas de calor, ele tem mais facilidade
para puxar energia, então continue puxando energia, com mais
concentração, talvez você sinta um formigamento nessa hora, mas
continue. Quando você começa a drenar bem com uma parte (dedos), fica
mais fácil drenar com as outras (mãos), isso ocorre porque há um fluxo
contínuo, e é bem mais fácil fazer um fluxo maior expandindo o pequeno
do que criando um do nada, a transferência de energia no vampirismo
psíquico será como um gota gotas, irá ficando mais intenso com o tempo,
é por isso que um psyvamp deve ter paciência para vampirizar por longos
períodos. “Chupando a energia”, quando estiver sentindo-a entrar na sua
mão, não apenas os dedos, sentindo a transferência para mão com nitidez,
continue até sentir sua mão pesada, como se estivesse cheia de alguma
coisa, isso pode levar tempo, mas quer dizer que você já tem um certo
domínio. Então você irá pra segunda fase, sem contato, erga a mão a uns
15 (ou mais) centímetros da mesa, e faça igual estava fazendo antes, só
que dessa vez, imagine ligações entre a mesa e sua mão, e imagine a
energia entrando, visualize a energia sendo transferência através da
ligação imaginária que você criou, que podem ser canudos, linhas, canos,
ou simplesmente não imagine nada, apenas pense na sua mão puxando a
energia, como se houvesse um força magnética, é bom lembrar de um ímã
nessa hora, mas imagine concentradamente a energia saindo da mesa, da
mesa, não de outro lugar. Você vai perceber que apesar de não haver
contato, será mais fácil sentir a energia na sua mão, o problema é que
essa energia certamente não está vindo da mesa, há muito ar no caminho,
você irá drenar mais energia pois sua mão está suspensa, tendo mais
energia potencial acumulada, quando mais suspensa a mão, mais fácil será
a drenagem de energia, mas mais difícil a drenagem precisa, por isso você
deve mentalizar a ligação entre a mão e o objeto vampirizado, pois isso vai
ajudar a drenar corretamente, mas com certeza você drenará alguma
coisa indesejada no caminho. Não tem como saber qual é a precisão real
da drenagem, mas continue assim, e se esforce sempre para manter a
ligação mental e a concentração na mesa, treine isso por alguns dias,
sempre até sentir sua mão bem pesada, mas até sentir muito pesada
mesmo, ao ponto de doer, uma mão doendo representa excesso de
energia, que é exatamente o que queremos nesse treino, e como a mesa é
inanimada, ela não te dará problemas, não muitos. Vá praticando de
outros modos, tente fazer a drenagem com as duas mãos, tente com sua
boca, com as orelhas, com os olhos, a testa, todo, nesses casos,
certamente será necessário o vampirismo curvo e a visualização, você
deve se concentrar em seus olhos quando for fazer isso, afinal, você deve
visualizar bem, concentre-se bem no objeto que vai ser vampirizado
(nesse caso, a mesa), imagine as mesmas ligações que usou com sua mão
suspensa, mas dessa vez encaixe elas em qualquer outra parte do seu
corpo (que esteja de fora, não tente vampirizar com partes tampadas com
roupas ou qualquer outra coisa), puxe toda e energia para a parte
escolhida com concentração, mas não deixe de imaginar que há ventosas
ou bocas no local, chupando a energia, puxando as ligações, faça até sentir
o local pesado, ou dependendo do caso, doente, vá experimentando em
cada parte do seu corpo, é uma excelente prática. Também experimente
usar vampirismo psíquico com seu corpo, mas você deve usar outro
método, imagine as ligações no seu corpo inteiro, puxando a energia, elas
todas devem estar ligadas ao alvo, a energia irá entrar, o segredo é que
você tenha concentração em todos os pontos, e que visualize a energia
em movimento curvo, desviando para ira pra cabeça, pra perna, para cada
local que está fazendo a drenagem, imagine uma verdadeira chuva de
energia. Quando for usar o vampirismo por foto, bem pessoal ou por
mentalização, basta olhar para o objeto e se concentrar intensamente na
pessoa, imagine ao mesmo tempo as ligações na pessoa e no objeto,
sendo puxados, o que exige uma forte concentração (dois primeiros casos)
ou imagine a energia vindo da imagem da pessoa, mas ainda pensando
que em um tipo de portal com a pessoa, trazendo a energia dela, você
mentalizar a pessoa com muita concentração, pensar intensamente nela,
de olhos fechados, imaginando a energia vindo dela, passando por outra
dimensão (o portal) e chegando até você, por isso o portal, você deve
pensar no atalho por onde a energia está vindo, mas sempre com a pessoa
em mente e a drenagem por visualização (embora visualização mental
nesse caso) em prática contra ela (no último caso, de mentalização). Vá
sempre treinando, para se desenvolver, mas além de tudo, há um último
caso muito difícil, vampirismo psíquico com as costas (toda a parte de trás
do corpo, onde não dá para ver), nesses casos é bem mais difícil, pois não
há como fazer vampirismo por visualização, nesses casos, deve ser feito o
vampirismo por mentalização, você deverá imaginar, mentalizar as
ligações e imaginar as ventosas puxando energia, nesse caso você
combina a mentalização com a visualização, pois além de imaginar a
vítima que será drenada, você imaginará a parte do seu corpo que não
poder ser vista junto com as ligações que puxam a energia, mas isso não é
muito interessante, o vampirismo psíquico traseiro só é interessante como
um treino.

Há rumores de que o melhor modo de se defender de um ataque do
vampiro é cruzar as pernas e os braços e “fechar sua energia”,
cientificamente falando, isso é verdade, já que do mesmo modo que um
braço levantado carregado cheio de energia potencial auxilia na
telecinesia do dono, ela irá auxiliar no vampirismo de outra pessoa, pois se
está sendo mais fácil liberar sua energia, será mais fácil roubá-la, então
pode-se dizer que o vampirismo é o fenômeno complementar da
telecinese, e para defesa dele, é o melhor modo e ficar na pior posição
possível para a telecinese, com o mínimo de energia potencial (braços e
pernas cruzados e baixos, sentado e encolhido). O vampiro irá ter maior
facilidade para sua drenagem quando a vítima estiver sensível
emocionalmente ou energeticamente (uma vítima que prática telecinese e
sente a própria energia é a vítima perfeita), mas claro que do mesmo
modo que o TK pode exteriorizar sua energia, ele também pode se
defender com o processo contrário, o melhor jeito para se proteger do
vampirismo psíquico é o próprio vampirismo psíquico, afinal, uma corda
puxada por dois lados não vai mudar de posição como se fosse puxada por
um só lado (o mesmo ocorre com a energia). Outro bom momento para o
ataque é quando a vítima está adormecida, o ataque é ainda mais eficaz,
isso não pode ser tão explicado quanto o funcionamento da
transformação de energia química em cinética na transferência, mas pode
ser explicado de outros modos, quando uma pessoa dorme ela estará
ligada ao “plano astral”, e sua energia estará mais sensível, quando
sonhamos, estamos em um plano totalmente imaterial e inteiramente
energético, certamente um dos maiores mistérios da humanidade, o
interior da mente, os sonhos e o plano astral. No plano astral a
transferência de energia é bastante facilitada, pois a própria sensibilidade
energética é aumentada em grande número, assim, uma pessoa que
dorme poderá vampirizar melhor, mas será facilmente drenada, e como
você com certeza não vai praticar vampirismo psíquico dormindo (a
menos que esteja em projeção astral), não é uma boa opção.
Mas claro que você não irá sair por aí puxando sua energia de volta, para
você se defender bem, será necessário reconhecer o vampiro psíquico,
mas como? Bem, primeiro temos que saber se somos psyvamps, o
vampiro psíquico pode nascer com diversos talentos, o principal é o
vampirismo psíquico, às vezes podem desenvolver telepatia, habilidade de
cura (biocinese), telecinese, psicocinese (entre outras cineses), e a
habilidade de ver a aura. Não necessariamente o vampiro vai ter todas
essas habilidades, e também pode ter outras (lembrando que o termo de
psyvamp é usado para qualquer pessoa que pratique o vampirismo
psíquico, sabendo disso ou não), mas você pode reconhecer um deles,
quando você antipatiza gratuitamente com uma pessoa, se sente
desconfortável quando perto dela, quando fica cansado com a companhia
dessa pessoa, aquela pessoa de olhar profundo e inexpressivo, aquele
olho de peixe, aquela pessoa que parece que está em outro mundo
olhando fixamente, com quem você sente sua energia escoada, se sente
estranho, aquela pessoa que acaba com você sem ter que fazer nada.
Claro que isso só se aplicará aos psyvamps iniciantes, um psyvamp
realmente bom saberá como não ser percebido tão facilmente, mas se ele
estiver drenando sua energia, você poderá sentir mesmo assim, só
percebendo que a energia está sendo drenada, sentindo a energia sendo
escoada e você sendo cansado.
E do mesmo modo que um vampiro psíquico pode ter sua presença
indesejada graças à sua prática, ele também pode fazer o contrário. Existe
a doação de energia, que se trata do mesmo processo de vampirismo
psíquico, só que ao contrário, já que o psyvamp transfere a sua energia
para o outro corpo, ao invés de transferir energia do outro corpo para o
próprio. O psyvamp pode causar uma sensação de bem estar na pessoa, e
certamente irá conquistar a simpatia da pessoa com maior facilidade se
fizer a doação psíquica, ele também pode obter um maior poder
persuasivo sobre a pessoa, pois ela terá parte de sua energia e de outras
coisas. Vampirizar uma pessoa certamente irá atrair sua antipatia gratuita
e uma certa aversão natural, então nunca é bom drenar a energia de uma
pessoa por quem se tem afeto ou coisa do tipo, além do mais, se drenar
muita energia da mesma pessoa, haverá os efeitos contrários de uma
doação de energia, você talvez ganhe simpatia pela vítima (às vezes em
níveis desconsideráveis), e certamente pensará semelhante a ela em
algumas coisas, isto é, as idéias da vítima irão para sua cabeça, e
dependendo dela, poderão mudar sua personalidade, por isso é
importante que você nunca drene um idiota, afinal, não irá querer ser
influenciado pelas idéias de um idiota. Então saiba dos efeitos e não se
deixe manipular pela vítima, e saiba usar a doação de energia para
aumentar seu poder de persuasão sobre os outros. O que foi dito sobre a
presença indesejada e tendência para anti socialidade não se aplicam aos
vampiros experientes que têm controle de suas habilidades, psyvamps
que não têm controle sobre suas habilidades acabam por drenar energia
inconscientemente, o que gera os problemas, já o vampiro experiente tem
controle e sabe como não ter esse problema, consegue até melhorar a
situação com suas habilidades, portanto, apenas um vampiro que drena
compulsivamente ou que não tem controle ou conhecimento de suas
habilidades se aplica à regra da “presença indesejada”. Já foi dito que o
controle de aura é útil contra o vampirismo psíquico, mas não funciona
bem quando ele é feito por contato, sua aura é seu escudo, então use-a
como um poderoso escudo, ou use o poderoso método do casulo,
envolvendo o vampiro com um intenso casulo de energia feito com sua
aura, proibindo-o de vampirizar qualquer pessoa, mas do mesmo modo
que isso o impedirá de vampirizar, você pode usar essa energia para se
impedir de ser vampirizado.
Ataque Psíquico é o nome dado para qualquer tipo de ação psíquica
prejudicial à outra pessoa, como uma espécie de mau olhado. O vampiro
psíquico terá facilidade para cometer um ataque psíquico, ele utiliza sua
capacidade de controle astral e energético combinado com emoção para
lançar uma espécie de maldição na sua vítima, é como uma espécie de
influência de uma mente contra outra, pensamentos que interferem
negativamente na mente alheia, o ataque psíquico é uma ação astral
desequilibrada, pois é carregada de emoções negativas e caóticas, como
ódio e raiva. Podemos ser atacados dos mais diversos modos, através de
um toque, com o qual nos sentimos mal, quando nos agridem com
palavras, quando nos olham com olhar de peixe morto, olhar vazio ou
vidrado, olhar de sugação, passando a impressão que estão fora de si ou
em consciência alterada, podem ser pessoas com problemas sérios,
drogados, traumatizados ou mesmo problemas mentais e psicológicos,
essas pessoas estão desligadas de sua fonte de sentimentos e não se
abastecendo, buscam sugar os outros. Por sucção oral, a pessoa fala em
excesso, não nos dando tempo para pensar, tentando nos convencer de
seu ponto de vista, contando seus problemas, sua fala é tediosa e vamos
sentindo uma canseira. Pela sucção visual, a pessoa nos olha como se
fosse um aspirador, a sensação deste olhar é que ela nos penetra e nos
deixa vazios ou nus. O ataque psíquico tem uma base para o seu
funcionamento:
Larvas astrais ou vibriões psíquicos são formas de pensamento
semelhantes a micróbios físicos, criados pela viciação mental ou
emocional da consciência, em atitudes, pensamentos e sentimentos
desequilibrado, a larva astral é uma manifestação de pensamentos
carregados de emoção de uma pessoa, são como criaturas de outro
mundo criadas pela mente humana e que têm habilidades diversas sobre
as mentes alheias, como vírus de computador, são nocivos, a base para
um ataque psíquico. A Larva astral, a principal ferramenta usada na magia
negra, será criada através dos pensamentos do seu criador, quando uma
pessoa deseja fortemente o mal de uma pessoa, ele estará criando uma
fraca larva astral com a função de fazer mal à vítima, a larva irá se
alimentar da energia do seu criador e dos pensamentos da pessoa, se ela
for alimentada com pensamentos negativos constantes contra a mesma
vítima, a larva irá se fortalecer, ela é como um pequeno vampiro psíquico
artificial, se alimentará de sua energia para fazer o que foi criada para
fazer, mas como um parasita maligno, só poderá fazer mal. Para criar uma
larva, mentalize o seu desejo, por exemplo, deseje que um inimigo fique
doente, e todo dia, ou toda hora, continue mentalizando, imagine sua
vítima doente, se concentre, mas sempre mentalize com desejo, afinal, o
desejo e a emoção são o combustível para a realização de qualquer tipo
de ataque psíquico, a larva astral será alimentada com suas emoções
negativas e seu desejo, mas é necessária muita concentração. Tente
mentalizar em uma forma viva, uma serpente, um bode ou qualquer
animal que tenha uma conotação ruim, um animal que geralmente seja
relacionado na sua mente ao mal, imagine todas as más emoções indo na
forma dessa criatura feita de energia até o corpo da vítima, o animal de
má conotação ajuda na visualização do mal. Se estiver perto da vítima
imagine como se estivesse doando energia, mais ao invés de
simplesmente doar energia, imagine um grande mal em uma certa função
junto com a energia, a energia deve ir em uma corrente contínua ou
qualquer outro modo em que seja fortemente liberada, imagine aquele
corrente indo constantemente, e o animal deverá estar no centro, ou não
imagine o animal (se a vítima estiver ao alcance dos olhos, senão use o
animal ou qualquer tipo de personificação), faça como preferir, pois isso é
outro passo importante dentro do ocultismo, as coisas acontecerão de
acordo com seu desejo, e do modo que você preferir . Imagine tudo que
quer que aconteça de ruim com aquela pessoa, e toda vez mentalize do
mesmo jeito, a mesma personificação será usada (se começar usando uma
minhoca, continue sempre usando a minhoca, ou nem use a
personificação), tenha certeza de que exista muitas emoções negativas e
vontade na energia que você manda, mas o mais importante é sua energia
negativa carregada com a mentalização sendo transferida, como uma
maldição, como uma espécie de ataque, e realmente, um ataque psíquico,
se a pessoa estiver no campo da visão, mande o mal diretamente para ela,
como se estivesse fazendo telecinese. Pro caso de realmente estar longe,
sem a vítima ao alcance dos olhos, quando você estiver na sua cama, por
exemplo, mentalize o mal do mesmo modo, mas tenha certeza de que a
energia está se expandindo, indo para todos os lados, voando pela Terra, e
pense sempre no rosto da pessoa, no nome dela e algo como “vá para
fulano, faça tal coisa com fulano”, com muita concentração. Todos os dias
ou periodicamente, alimente sua larva com o mesmo, uma larva criada à
distância pode ser alimentada de perto e vice-versa, o animal usado na
mentalização poderá ajudar pois é um modo de se especificar a larva, para
alimentá-la com mais facilidade, embora ela já seja alimentada caso suas
emoções negativas sejam semelhantes e para a mesma pessoa, faça do
mesmo modo que fez para criar a larva, mentalize sempre, então logo os
efeitos surtirão, mas nunca se esqueça de ter muitas emoção na hora de
criar ou alimentar a larva, e ser bem específico com o seu desejo. Tenha
em mente, que certamente ela não será realmente criada após a primeira
mentalização, é por isso que ela deve ser repetida até que a larva seja real
e surte efeitos reais.
As larvas garantem o ataque psíquico, então quando se ensina a criar e
utilizar larvas astrais, é também ensinado a cometer o ataque psíquico.
Mas há várias modalidades de larvas astrais e ataques psíquicos, uma
larva astral não representa exatamente um ataque psíquico, pois podem
ser usadas para muitas outras coisas, mesmo que não sejam coisas nocivas,
ela ainda será nociva, pois se alimentará da energia das emoções do
criador e da vítima também. Temos também que ter em mente, que a
larva prânica pode ser criada conscientemente ou não, quando você se
masturba diversas vezes pensando em uma amiga bonita, concentrado e
cheio de vontade, você está criando uma larva prânica baseada na
emoção de desejo sexual, no tesão, o nome dado a essa larva sexual é
Incubbus ( de homem pra mulher) e Succubus (de mulher pra homem), o
que funcionaria como uma espécie de personificação de um sentimentos,
é por isso que muitas pessoas dizem coisas como “a palavra tem poder”,
“não deseje mal a ninguém”, porque de fato, mesmo as larvas criadas irão
sugar sua energia, e quando você tem muitas emoções ruins, muitas larvas
psíquicas atacando suas vítimas, você precisa gastar muita energia, pois
cada uma delas absorve um pouco de energia do criador (como um
pequeno psyvamp). E é isso, criando os vibriões psíquicos
inconscientemente e alimentando-os com o más emoções, você está
desperdiçando sua energia, perdendo energia vital, ficando indisposto,
mau humorado, cansado, é como se você fosse vítima de um psyvamp a
cada instante de vida, embora o vibrião roube pouca energia, dependendo
do número deles e do tempo que se passa com eles na ativa, eles podem
destruir sua vida, ao invés de destruir as vítimas, isso também explica a
frase “todo mal que você deseja volta contra você”. Essa falta de energia
causada pelas larvas pode causar depressão, pessimismo exagerado,
indisposição, falta de saúde, problemas psicológicos, raiva, revolta,
mudanças extremas de humor de uma hora para outra, entre muitos
outros problemas sem que tenham um motivo aparente, então, se estiver
com problemas desse tipo, tente analisar suas emoções, veja não tem
condições para ter criado larvas psíquicas, e caso seja isso, destrua essas
larvas. Para destruir a larva psíquica, alimente-a com emoções contrárias
às que usou para criá-la, deseje o bem para aquelas pessoas, deseje que
elas tenha saúde, felicidade, disposição, e tente ver algum tipo de
purificação da personificação que você usou, por exemplo, se você usou
uma serpente, imagine-a se transformando em uma ovelha, que tem bom
conotação, claro que será difícil você desejar o bem do seu inimigo com
toda a vontade, por isso pode ser bem mais difícil do que criar ao vibrião.
Esvazie seu coração das más emoções, tente ser altruísta, mantenha a
calma, tente ver o lado bom da sua vítima, ou então simplesmente ver
seus próprios defeitos e com que olhos a vítima certamente te vê, e o
porquê para ela ser sua inimiga (não porque você não gosta dela, mas
porque ela não gosta de você), com bastante esforço, acabará
conseguindo desejar o bem dela, se não conseguir de jeito nenhum,
apenas pare de desejar o seu mal, a larva acabará sumindo após um
tempo sem ser alimentada.

Os ataques psíquicos podem ser causados por agentes físicos ou não,
pessoas inimigas, invejosas, elas elaboram uma energia com o
pensamento com a qual podem atingir suas vítimas, eles são como
maldições, quando você diz que uma maldição está sendo lançada, quer
dizer que uma pessoa está desejando mal para outra, falando ou
pensando coisas ruins contra ela, quando você fala “vá pro Inferno”, você
está falando uma maldição, porém uma maldição que não funciona, uma
vez que embora você esteja desejando mal pra pessoa mas esse mal não
possa ser causado pelo cérebro da vítima, mas se você falasse “tomará
que seu coração pare”, aí sim é uma maldição que pode causar efeito, a
maldição faz parte de um ataque psíquico, mas um ataque psíquico é
muito mais efetivo e bem elaborado, uma mera maldição certamente
nunca fará nada se for feita de meras palavras, mas se tornará um
perigoso ataque psíquico se for usada com emoção e vontade o bastante.
Agora que você sabe como fazer um ataque psíquico simples, você deverá
saber como se defender de um.

Pensamentos são reações representativas causadas por estímulos de
reações químicas internas, Um neurônio (também chamado de célula
nervosa) é uma célula excitável no sistema nervoso que processa e
transmite informação por sinais eletroquímicos. O segredo para se
defender qualquer coisa é entender o seu funcionamento, com um ataque
psíquico não é diferente, o ataque psíquico e o vibrião astral podem ser
cientificamente citados (não explicados, pois seria muito complexo para a
ciência dos dias atuais) como um tipo de onda, o cérebro emite ondas em
diversas freqüências dependendo da situação, essas ondas podem ser
recebidas por outros cérebros, do mesmo modo que funcionaria um
controle remoto. A freqüência de uma onda é o número de oscilações que
ela executa em cada unidade de tempo, a energia que a onda transporta é
proporcional a sua freqüência, quando maior o número de oscilações da
onda, maior a energia transportada. A unidade de medida é o Hertz (Hz)
ou ciclos por segundo. A energia radiante é transmitida através de ondas
como raios infra-vermelhos, radiação e ondas sonoras, essas ondas são
usadas para transferir informações codificadas, quando você use seu
controle remoto para mudar de canal, por exemplo, as informações do
comando do controle irão ser enviadas codificadas através de ondas infra-vermelhas até sua televisão, onde serão recebidas e seguidas, fazendo
com que o canal seja mudado, tudo isso ocorre de modo bastante rápido,
e também é através de ondas que nós temos Internet e TV à satélite. As
ondas eletromagnéticas. O cérebro tem quatro tipos de onda, cada uma
em certa freqüência, as ondas cerebrais mudam de freqüência baseadas
na atividade elétrica dos neurônios e estão relacionadas com mudanças
de estados de consciência(concentração, relaxamento, meditação, etc.).
As freqüências de onda cerebral:
Beta
Atenção
Concentração
Cognição
Você está bem desperto e alerta. Sua mente está concentrada, e você está
pronto para trabalhos que requerem atenção total. No estado Beta, os
neurônios transmitem as informações muito rápido, permitindo a você
atingir estados de concentração. A faixa de ondas Beta está entre 13-30
HZ. O estado Beta está associado com concentração, atenção aumentada,
melhora de visual e coordenação.
Alfa
Relaxamento
Visualização
Meditação
Quando você está relaxado, sua atividade cerebral baixa do rápido padrão
Beta para as ondas Alfa mais lentas. Sua consciência interna expande. Sua
energia criativa começa a fluir e a ansiedade desaparece. Você
experimenta uma sensação de paz e bem-estar. A faixa de ondas Alfa está
entre 7-12 HZ. Em Alfa, nós acessamos mais facilmente nossa capacidade
dormente - ela funciona como um portal para estados de consciência mais
profundos.
Teta
Meditação
Intuição/Criatividade
Memória
Aprofundando ainda mais o relaxamento, você entra no misterioso estado
Teta onde a atividade cerebral baixa quase ao ponto do sono. Teta é o
estado cerebral onde incríveis capacidades mentais ocorrem. O estado
Teta propicia flashes de imagens do inconsciente, criatividade e acesso a
memórias a muito tempo esquecidas. Teta leva você a estados profundos
de meditação. Você pode sentir a sua mente expandir além dos limites do
seu corpo, é o estado ideal para aprendizagem acelerada, reprogramação
mental, lembrança de sonhos, criatividade e aumento da memória. A faixa
das ondas Teta está entre 4-7 HZ.. Em Teta, nós estamos como num
"sonho acordado", ficamos receptivos a informações que estão além do
nosso estado normal de consciência, ativando estados mentais
extrasensoriais, é a melhor freqüência para telecinese, projeção astral e
qualquer outra atividade extrasensorial.
Delta
Consciência expandida
Cura e Recuperação
Sono
Delta é a mais baixa de todas as freqüências de ondas cerebrais. Está
associada com o sono profundo, algumas freqüências na faixa Delta
liberam o hormônio do crescimento humano( HGH ) que é muito benéfico
para a regeneração celular e a cura, é a freqüência de nossos cérebro
enquanto dormimos. Delta é a onda cerebral para o acesso ao
inconsciente, onde a intuição pode aflorar facilmente, é ideal para
meditação profunda. A faixa Delta está entre 0.1 - 4 HZ.
Não é necessário saber quais são as freqüência cerebrais para entender o
funcionamento de um ataque psíquico ou qualquer tipo de influência de
uma mente para outra é através dessas ondas, a melhor freqüência para
isso é a Teta, do mesmo modo que nós podemos enviar informações e
comandos com um controle remoto diante de uma televisão, nós
podemos enviar informação e instruções contra outras mentes, ou melhor,
outros cérebros, quando você mentaliza alguma coisa como uma dor de
cabeça e envia para a pessoa através da energia usada no ataque psíquico,
você está mandando ondas eletromagnéticas com instruções que podem
influenciar a vítima mentalmente, e essa influência mental pode acabar
causando influência física, nesse caso, as instruções para produzir dor de
cabeça na vítima. O ataque psíquico é feito dentro da vítima, você não
pode desejar que a vítima seja atropelada, que ela perca tudo que tem ou
que seja assassinada em algum lugar, pois nada disso viria de dentro dela,
mas de fora, o ataque psíquico tem como intenção destruir emocional e
mentalmente a vítima, mas pode ser usado para afetar a saúde, por isso
deve ser feito aos poucos, como uma maldição, você pode desejar que ela
se sinta indisposta, que seja enfraquecida, fique deprimida, fique doente,
morra (desde que seja por alguma causa interna, como ataque cardíaco),
qualquer coisa que possa ser produzida pelo próprio corpo da pessoa, é o
mesmo que um vírus de computador, você não pode usar um vírus para
fazer um míssil acertar o computador infectado, mas pode usar para fazer
que ele delete todos os arquivos da máquina. Isso faz o ataque psíquico
não parecer tão interessante, não é verdade? A intenção do ataque
psíquico não é matar a vítima instantaneamente, mas destruí-la aos
poucos, ir a consumindo, incomodando, torturando, debilitando sua
mente, sua saúde, seu corpo, sua alma, o que pode até causar a morte da
vítima, uma morte lenta e dolorosa. Um exemplo palavras usadas em um
ataque psíquico com boa efetividade.
“Minha mente é poderosa e meu desejo é uma ordem, assim como posso
mover minha mão, posso mudar uma mente, desejo que Gabriel Vinícius
tenha seu corpo enfraquecido, que não consiga se mover, que seus ossos
sejam prejudicados, que se torne indisposto e fraco, que se torne
paralítico e morra entrevado em uma cadeira de rodas”
Mas até agora não foi explicado como defender uma ataque psíquico. Na
verdade é bastante óbvio, uma vez que ele seja feito através de ondas que
podem atravessar paredes e distância astronômicas em segundos, não
adianta tentar tampar a cabeça ou coisa assim, na verdade, o melhor
modo é usar um “anti-vírus mental”, do mesmo modo que um anti-vírus
tem a capacidade de deletar os vírus que estão prejudicando um
computador, podemos eliminar a influência das larvas astrais com um
anti-vírus mental, para isso, mentalize uma purificação dentro da sua
mente, nas religiões tradicionais isso seria chamado de oração. Quando
uma pessoa fala “e livrai-nos de todo o mal, amém” carregado de fé, essa
pessoa está se purificando contra a influência das larvas astrais, claro que
o efeito não é preciso, depende da força da mente da pessoa, da força da
larva astral que está fazendo efeito, não importa se é Deus que está
protegendo a pessoa ou se ela mesma está se “desenlarvando” achando
que está sendo protegida por Deus, os efeitos são os mesmos, o que
importa é a fé, uma pessoa que irá mexer com o ocultismo tem que ter
muita fé, tem que acreditar muito no que está fazendo, então quando for
se purificar contra larvas astrais, tenha certeza de que acredita nisso,
tenha concentração, tenha boas emoções, na verdade, o processo para a
eliminação da larva astral em influência contra sua mente é bem parecido
com o processo para eliminar a larva que você cria, é sempre necessário
ter boas emoções no coração na hora, pois irão combater o ódio
empregado no ataque psíquico. Uma sugestão de narração mental para o
defesa psíquica, a purificação é a seguinte, obviamente você pode pensar
no que quiser, já que as palavras só são importantes se forem combinadas
com a intenção, quando você lança um ataque psíquico você narra
mentalmente o que quer que aconteça com a vítima, quando vai se
defender, deve narrar (também mentalmente) o que está fazendo, e ter a
intenção bem clara em mente junto com emoções positivas:
“Minha mente é uma máquina poderosa, sou um homem com controle
sobra a própria mente, minha mente é minha arma, a influência dos
outros não pode me afetar, eu elimino qualquer ataque psíquico, larva
astral ou maldição que tente me influenciar, me purifico através de minha
mente equilibrada, e expulso qualquer tipo de mal que tente se impor
sobre mim, pois sou melhor que ele, não há doença, não há cansaço,
nenhuma influência externa pode me afetar”
Também é bom que imagine uma barreira ao seu redor e todo mal indo
embora do seu corpo de algum modo enquanto pensa nessas palavras (ou
qualquer outra combinação de palavras com o mesmo sentido), como
uma barreira psíquica que te protege de qualquer influência externa e se
alimenta da sua energia e vontade, essa barreira psíquica será a defesa
mais avançada contra o ataque psíquico, e dependendo da força dela,
também pode te proteger de vampirismo psíquico e até mesmo a doação
de energia, mas lembre-se sempre que a efetividade da barreira depende
da sua força de vontade, concentração, controle de energia, capacidade
mental e fé, e lembre-se que a barreira será feita de energia, do mesmo
tipo de energia que é transferida durante um ataque psíquico, mas a
barreira não terá efetividade se você não for habilidoso o bastante. Se
você não for habilidoso o bastante para criar uma barreira, apenas
imagine todo o mal deixando o seu corpo, o que será mais fácil e pode ser
mais efetivo. E outra coisa importante, nunca, nunca esqueça que para um
ataque psíquico funcionar, ele deve ser feito periodicamente, alimentando
o mal que será causado.
Geralmente o psyvamp tem uma grande aptidão para o vampirismo
psíquico, roubam habilidosamente a energia alheia. Lembre-se, tudo
depende da sua vontade, e que não há nada que seja imoral ou proibido
dentro do mundo do ocultismo, tudo que é ensinado dentro do livro de
Daemon é apenas um modo de garantir a sobrevivência, cada pessoa deve
garantir a sua sobrevivência, sua vitória, seu sucesso, mesmo que isso
custe um certo sacrifício dos outros, você não deve sair por aí cometendo
latrocínios, mas não deve ter medo de usar vampirismo psíquico, ataque
psíquico e doação de energia para drenar e usar pessoas ao seu redor, o
psyvamp é um predador pouco nocivo, ele não precisa matar sua vítima.
Ele estará apto para ser o ser dominante caso tenha controle de suas
habilidades, e qualquer pessoa pode obter essas habilidades através do
treino. O psyvamp deve pensar primeiro em si mesmo, depois em sua
família, depois em seus amigos e depois no resto das pessoas antes de
fazer qualquer coisa, nas próximas linhas estão as leis que todo psyvamp
deveria seguir.
O psyvamp não drenará energia em vão, a menos que tenha uma intenção,
que pode ser de se alimentar, de ser influenciado pela vítima, ou qualquer
coisa que não seja “oi, sou fodão, sou um vampiro e to drenando energia”.
Não beba sangue, dizem que vampiros psíquicos bebem sangue por causa
da carência de energia, mas o psyvamp não tem nada a ver com um
vampiro de sangue, só o nome mesmo.
Não subestime sua vítima e não seja superior por causa de suas práticas.
Tenha discernimento, drenar energia alheia pode fazer com que os
pensamentos de uma pessoa mudem um pouco o seu jeito de pensar,
perceba isso e impeça que você seja influenciado pela vítima sem
perceber, a menos que queira isso, e lembre-se que a vítima não precisa
saber disso pra te influenciar.
Não se sinta culpado, inferior ou aproveitador, tudo que você faz é por
você mesmo, isso não te faz nem melhor nem pior.
Sempre pratique as artes ocultas, isso não é uma lei, mas é algo que todo
vampiro psíquico ou aspirante deveria fazer.

O Ritual de Evocação e Invocação de um Vampiro

Primeira Parte:

Obviamente você deve ser preparar para esse ritual...

Ele é um pouco parecido com o ritual da Temple of the Vampire...

Em primeiro lugar você deve procurar em obras antigas saber um pouco mais sobre os espíritos que irá evocar... E você deve ter em mente que, o fato de você fazer uma evocação e o espírito chamado não aparecer, não quer dizer que ele não esteja lá...

Primeiramente marque um dia em que você achar melhor para fazer o ritual e até lá se prepare abstendo-se de sexo e carnes... por no mínimo uns três dias...

Segunda Parte:

No dia marcado, levante cedo e vá dar uma volta... pense bastante em sua decisão, a decisão de chamar um vampiro para te transformar... Pense bem, pois uma vez executado o ritual , não há mais volta... e um dia, mais cedo ou mais tarde... Você será totalmente transformado...

Mas, o que importa é que no dia marcado, num horário em que ninguém possa te atrapalhar, de preferência à meia-noite, vá a um lugar deserto... uma mata é o ideal...

Trace um círculo no chão com giz, você pode se utilizar de qualquer panteão para fazer o ritual, o mais importante são a sua vontade e o espírito a ser chamado...
De preferência, após completar o círculo, faça um ritual de banimento qualquer... como o Ritual menor do pentagrama ou o Rubi Estrela... ( mais abaixo transcrevo esses rituais... ).

Terceira Parte:

Feito o círculo e o ritual de banimento, sente-se e concentre-se... e utilizando de uma fórmula que lhe agrade evoque o espírito... ordene que o mesmo apareça. Como eu disse antes, se ele não aparecer, não se preocupe... ele estará ao seu lado quando for chamado... procure senti-lo próximo a você...
Neste momento expresse o seu desejo em palavras claras e objetivas...
Fique um momento meditando sobre o seu pedido... e se achar que deve... faça um pequeno corte em sua mão... e ofereça ao espírito...
Encerre o ritual e dispense o espírito agradecendo por ele ter atendido ao seu chamado...
Já disse, você pode e deve encerrar o ritual da forma que mais lhe agrada... só estou dando aqui os passos básicos, pois quem fará o ritual na verdade é você...
Os nomes a serem chamados:
Esses são os nomes a serem chamados pelo evocador...
· VASSAGO
· ORNIAS
· LILITH
· ASTAROTH

Os nomes acima são só alguns dos demônios que também são vampiros, existem muitos outrso, mas cabe a você descobri-los e chamá-los...
Mas... lembre-se... uma vez tendo realizado a evocação, coisas começarão a acontecer...
Talvez você seja surpreendido no meio da noite por pesadelos, aparições estranhas...
Se coisas desse tipo ou outras coisas estranhas começarem a acontecer com você, como você se sentir sempre sendo observado, por exemplo... então significa que o espírito atendeu ao seu chamado e iniciou a transformação....
Você também pode tentar fixar um contato com um vampiro de verdade já transformado, para que ele mesmo o guie em seu despertar, e isso pode ser feita de várias maneiras...





-->

Postagens populares

entre em contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Google+ Followers

Seguidores

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Total de visualizações de página

Minha lista de blogs